Leite pede 150 leitos de urgência e solicita mudança de hábitos contra o coronavírus.

Foto: Ricardo Giusti

O governador Eduardo Leite tranquilizou, nesta quianta, a população em relação ao Covid-19 e pediu a mudança de hábitos para barrar a propagação do vírus. O governo estadual também mapeou pedidos de apoio para 150 leitos de urgência e emergência espalhados pelo Estado, para caso haja a necessidade de usá-los. 

Leite também cobrou do Ministério da Educação o repasse de recursos que viabilize a utilização de 40 leitos individuais do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre. Durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira, em frente ao Palácio Piratini, Leite atribuiu tom de urgência pedindo que verba seja transferida “o mais rápido possível”. 

Esta e outras recomendações devem integrar o decreto sobre medidas de prevenção e monitoramento do coronavírus previsto para ser publicado ainda nesta quinta-feira. O documento também prevê orientações para eventos e órgãos públicos do Estado. Em coletiva, Leite reforçou que até o momento não “visualiza qualquer restrição” ao ensino público. O posicionamento vai na contramão de algumas instituições privadas que suspenderam as aulas para evitar aglomerações em salas de aula

• Acompanhe a cobertura sobre o coronavírus em tempo real

O Rio Grande do Sul registrou, até esta quarta-feira, quatro pacientes com resultados positivos ao novo coronavírus. Destes, dois estão em Porto Alegre, um em Caxias do Sul e um em Campo Bom. A Secretaria Estadual de Saúde confirmou hoje que o paciente de Campo Bom não apresenta mais o vírus. Ele está em estado bom de saúde e saiu do isolamento domiciliar. 

Notícias Relacionadas

BB emprestará R$ 3,7 bi a pequenas empresas afetadas por pandemia

FAN FM

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial.

FAN FM

Leite faz pronunciamento e alerta para “15 dias cruciais” no combate à pandemia no RS

FAN FM