Leite pede 150 leitos de urgência e solicita mudança de hábitos contra o coronavírus.

Foto: Ricardo Giusti

O governador Eduardo Leite tranquilizou, nesta quianta, a população em relação ao Covid-19 e pediu a mudança de hábitos para barrar a propagação do vírus. O governo estadual também mapeou pedidos de apoio para 150 leitos de urgência e emergência espalhados pelo Estado, para caso haja a necessidade de usá-los. 

Leite também cobrou do Ministério da Educação o repasse de recursos que viabilize a utilização de 40 leitos individuais do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre. Durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira, em frente ao Palácio Piratini, Leite atribuiu tom de urgência pedindo que verba seja transferida “o mais rápido possível”. 

Esta e outras recomendações devem integrar o decreto sobre medidas de prevenção e monitoramento do coronavírus previsto para ser publicado ainda nesta quinta-feira. O documento também prevê orientações para eventos e órgãos públicos do Estado. Em coletiva, Leite reforçou que até o momento não “visualiza qualquer restrição” ao ensino público. O posicionamento vai na contramão de algumas instituições privadas que suspenderam as aulas para evitar aglomerações em salas de aula

• Acompanhe a cobertura sobre o coronavírus em tempo real

O Rio Grande do Sul registrou, até esta quarta-feira, quatro pacientes com resultados positivos ao novo coronavírus. Destes, dois estão em Porto Alegre, um em Caxias do Sul e um em Campo Bom. A Secretaria Estadual de Saúde confirmou hoje que o paciente de Campo Bom não apresenta mais o vírus. Ele está em estado bom de saúde e saiu do isolamento domiciliar. 

Notícias Relacionadas

DEPUTADO DANIEL TRZECIAK DESTINA EMENDA DE 200 MIL PARA SAÚDE.

redefan

Menina de 11 anos grávida após estupro realiza aborto legal em SC, informa MPF

redefan

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

redefan