Torneios da Conmebol podem ser jogados em um único país no restante do ano, diz jornal do Uruguai

O controle da pandemia de Covid-19 no Uruguai pode levá-lo a ser sede única das partidas restantes de competições restantes da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), segundo a imprensa local. Reportagem do jornal El Observador desta terça-feira aponta que a possibilidade do país receber a final única da Copa Libertadores ou da Copa Sudamericana em 2022, para a qual a Federação Uruguaia de Futebol (AUF) já se candidatou, poderia ser antecipada para este ano e estendida para a temporada inteira. Conforme a publicação, essa alternativa é um dos planos B da entidade, caso não consiga reconstruir o calendário conforme programado.

Segundo o jornal, esta alternativa foi tratada por líderes que estão dentro da Conmebol e avaliam os passos a seguir com o retorno do futebol, embora não tenha sido oficialmente proposto às federações nem apresentado como uma ideia formal. Até o momento continua em sua posição de retornar às competições de clubes na segunda quinzena de agosto com o calendário interrompido em março.

“A Conmebol continua administrando a data da segunda quinzena de agosto para retomar a atividade”, disse Jorge Casales, membro do Conselho Executivo da AUF, que no final da semana passada participou de uma reunião via Zoom organizado pela Conmebol. Na reunião, ele consultou o que aconteceria se, naquela data, ainda não houvesse trânsito livre entre os dez países que compõem a Confederação, para não gerar uma quarentena em cada viagem.

Uma opção é a realização de torneios em um país, a Libertadores em um e a Sudamericana em outro. “Essa possibilidade veio a nós obliquamente, não diretamente da Conmebol. A percepção é de que, caso não possa ser iniciada naquela quinzena de agosto, essa variante poderá se tornar uma das possibilidades. Porque em virtude dos compromissos que a Conmebol tem, deve terminar a copa este ano para começar no próximo ano na data”, apontou.

Nesse contexto, a atual situação sanitária do Uruguai, em comparação com outros países da região, o posiciona como um possível hospedeiro. No momento da suspensão dos torneios da Conmebol, em 12 de março, a Libertadores estava no meio da fase de grupos e as duas primeiras datas estavam completas. Existem 32 equipes que disputam a corrida nos oito grupos e, em seguida, as duas melhores avançam para a eliminatória. Enquanto isso, a Sul-Americana já havia completado a primeira fase e, em maio, a segunda deveria começar, com uma tabela de 32 equipes.

Notícias Relacionadas

DEPUTADO DANIEL TRZECIAK DESTINA EMENDA DE 200 MIL PARA SAÚDE.

redefan

Menina de 11 anos grávida após estupro realiza aborto legal em SC, informa MPF

redefan

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

redefan