UMA THREAD TRISTE SOBRE EDUCAÇÃO!

1) Segundo dados do Anuário Brasileiro da Educação Básica de 2019, o Brasil tem no ensino fundamental 27.1 milhões de alunos e 1,4 milhões professores – ou 1 professor para cada 19 alunos.
2) Para efeito de comparação, anote-se que a proporção de professores no ensino fundamental por aluno é:
No Mundo = 1:23
Na América Latina = 1:21
Na Europa = 1:18
Na Ásia Oriental = 1:17
Na OCDE = 1:15
Na América do Norte = 1:14
3) Mas ensino não adianta muito sem orçamento, certo? É preciso dinheiro para pagar os professores e ensinar as crianças. Afinal, entre 2000 e 2019, a população brasileira cresceu 18% (de 173 para 209 milhões de pessoas).
4) Porém, no mesmo período (2000 a 2019), o investimento público brasileiro em educação em relação ao PIB aumentou também 18% (de 4,7% em 2000 para 5,7% em 2019).
5) Quando fazemos as contas em termos absolutos, vemos que orçamento destinado ao Ministério da Educação recebeu um incremento de “aparentes” 600%, saindo de 18 bilhões em 2000 para 122,9 bilhões de reais em 2020.
6) Contudo, em 2000, 1 dólar valia 1,79 reais. Os 18 bilhões de reais em 2000, portanto, equivaliam a 10 bilhões de dólares.
7) Em 2020, 1 dólar vale 5,21 reais. Os 122,9 bilhões de reais de 2020, portanto, equivalem a 23,5 bilhões de dólares.
8) Ou seja, o incremento “real” do dinheiro investido pelo Ministério da Educação não foi de 600%, mas de 235%. Um aumento significativo, mesmo quando corrigimos os valores. E qual foi o retorno dessas dezenas e dezenas de bilhões de reais para a nação?
9) Em 2000, no exame PISA, tiramos 337 pontos em matemática, 375 em Ciência e 396 em Leitura. Em 2018, tiramos 384 pontos em matemática, 404 em Ciência e 413 em Leitura.
10) O teste PISA de 2018 significa que 50% dos estudantes brasileiros sabem menos que o básico em leitura e ciências, e 60% sabem menos que o básico em matemática. Na média, os estudantes do Brasil tiveram pontuações similares às de países como Brunei, Catar e Albânia.
11) Em termos internos, após aumentarmos 235% o orçamento do Ministério da Saúde em 20 anos, para colher uma melhora de apenas 13% em matemática, 7% em ciência e 4% em leitura.
12) Em termos externos, após aumentarmos 235% o orçamento do Ministério da Saúde em relação a 2000, caímos da 37a posição no mundo termos de educação (em 2000) para a 57a posição em 2020.
13) Ou seja: em 20 anos, a população aumentou 18% e os gastos totais com educação aumentaram 235% (13 vezes mais que a taxa de crescimento populacional), e conseguimos melhorar em quase nada em algumas coisas e piorar bastante em tudo.
14) O que mais poderíamos esperar após 20 anos de transformação do sistema educacional em uma fábrica de doutrinação socialista em série?
15) Talvez devêssemos derrubar o prédio do MEC, fechar as escolas, mandar todos esses professores socialistas inúteis embora (que façam suas greves perpétuas em casa e por conta do próprio bolso), e deixar que as crianças aprendam por si mesmas. É provável que as coisas melhorem.

Por: Alessandro Loyola (via Twitter)

Notícias Relacionadas

VÍDEO / Spoiler: O índice de mortalidade do Covid é de 3% / Por André Cezimbra

FAN FM

Como os campeões do Cesb chegam a mais de 100 sacas de soja por hectare?

FAN FM

Brasil tem mais de 1 milhão de recuperados, covid-19. / André Cezimbra

FAN FM