Novo Cabrais adota medidas rígidas para evitar colapso.

Devido ao aumento expressivo dos casos de Covid em nosso município e a inexistência de vagas nos hospitais de referência, a Administração Municipal adota medidas mais rígidas e busca ações a fim de reverter a situação. Vivemos o pior momento da pandemia, onde a cada dia há aumento nos casos confirmados. Apesar da bandeira preta em todo o estado e de medidas mais restritivas sendo adotadas, não estamos conseguindo frear a contaminação. O colapso vivido na saúde nos afeta diretamente. Na última semana passamos por momentos tensos ao precisar de internação para um paciente do município que encontrava-se com complicações decorrentes da Covid e a mesma ser negada pela inexistência de leito. O paciente encontra-se então, em isolamento domiciliar tendo a necessidade do uso de oxigênio e de atendimento constante dos nossos profissionais de saúde. Apreensivo com o atual momento, o prefeito Leodegar, enviará na próxima segunda- feira, dia 08 de março, um Projeto de Lei à Câmara de Vereadores que visa buscar o cumprimento do Decreto vigente no município. Num primeiro momento o estabelecimento que estiver em descumprimento ao decreto será advertido pela fiscalização municipal, não havendo o entendimento entre ambos será aplicada uma multa, podendo haver a cassação de alvará se as tentativas anteriores não obtiverem sucesso. Aglomerações de qualquer tipo, seja em bares, festas, ruas ou outros locais, serão fiscalizadas e devidamente autuadas pelos órgãos competentes.De acordo com o prefeito, o objetivo é fortalecer a fiscalização e o cumprimento das medidas restritivas. Reconhece que alguns setores econômicos sofrerão impactos negativos com interrupções de atendimento, mas alerta que as atuais restrições devem ser seguidas.

☑️Ações

Entre as ações ao enfrentamento a pandemia, está a compra de 5 concentradores de oxigênio para o município que deve acontecer nos próximos dias. Além disso, Leodegar contatou com Cerro Branco e Paraíso do Sul no intuito de firmar convênio para a ampliação de leitos para Covid. Segundo ele é hora de unirmos forças para tentar amenizar essa situação que está afetando não só Novo Cabrais, mas todos os municípios da região. Também encontra-se nas ações de urgência, a compra de doses da vacina caso a quantidade a ser repassada para o município pelos entes federados seja insuficiente. A saúde sempre foi prioridade em nosso município e, repasses de outras secretarias não estão descartados caso haja necessidade. Leodegar pede a compreensão da população. Principalmente no que se refere ao cumprimento ao decreto. “Sabemos que a nossa decisão não agradará a todos, mas precisamos agir de forma a conter a disseminação do vírus. Não temos mais leitos disponíveis para o nosso povo. Isso nos coloca em uma posição de tomar atitudes mais firmes. Tivemos o momento da conscientização, da prevenção mas, infelizmente, a hora é de remediar. Estamos trabalhando incansavelmente e continuaremos buscando por soluções a fim de reverter essa situação. Mas para isso precisamos da ajuda de todos, da consciência e da compreensão. O momento é de união porque o inimigo é um só e é invisível. Não vamos esperar perder alguém da nossa família, do nosso círculo de amigos pra tomar consciência do que está acontecendo.”

Notícias Relacionadas

Buscas a menino morto pela mãe seguem no rio Tramandaí, no Litoral Norte

redefan

STAS inaugura novos Lares para crianças e adolescentes!

redefan

ENCONTRO COM DIRETOR-PRESIDENTE DA BEIRA RIO, DISCUTE INSTALAÇÃO DE ATELÊ DE SUPORTE EM NOVO CABRAIS.

redefan