Primeira dama e coordenador do Cempra acompanham o caso do cão queimado no Promorar.

A primeira-dama, Vanessa Simon, e o coordenador do Cempra, Renier Paschoal estiveram nesta segunda-feira em reunião com o delegado José Antônio Taschetto Mota, da Polícia Civil, para obter informações sobre o andamento do inquérito policial relativo ao crime de maus tratos ao cachorro queimado com água quente no Bairro Promorar, que comoveu a cidade na quinta-feira da semana passada.

Conforme o delegado, será colhido o depoimento das testemunhas e enviado o inquérito ao Poder Judiciário. “Pedimos agilidade para que tão logo o criminoso possa ser responsabilizado. Aproveitamos a visita para alinharmos a parceria com a Polícia nas ações realizadas pelo Cempra. Temos agora o contato direto para acionar a Polícia em caso de flagrante”, frisou Vanessa. Ela relata que ficou surpresa em saber que Paschoal já registrou 50 ocorrências de maus tratos no decorrer desse primeiro ano de mandato do prefeito José Otávio Germano e que a maioria já está no Judiciário para os trâmites legais.

Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Cachoeira do Sul
Patricia Miranda / Eloisa Uliana

Notícias Relacionadas

Contas das multas do COVID não fecham e Trojahn cita CPI na prefeitura!

redefan

Se a maioria dos vereadores cobra a saúde, algo está errado!

redefan

Nova loja da Panvel traz agilidade, qualidade e conforto para os Cachoeirenses.

redefan