Viúva de Gugu entra na justiça por herança: “Tenho o direito”

Rose Miriam Souza di Matteo, a viúva de Gugu Liberato, decidiu entrar na justiça para ter sua união de 19 anos com o apresentador reconhecida e ser contemplada na herança.

O imbróglio começou após a leitura do testamento do apresentador, que aconteceu nesta semana. Datado de 2011, Rose Miriam não foi inclusa no documento assinado pelo apresentador e por isso não tem direito a nada da fortuna estimada em mais de R$ 170 milhões. Metade dos bens de Gugu são por direito dos herdeiros, os três filhos, e a outra metade foi dividida da seguinte forma: 75% para os três filhos e 25% para cinco sobrinhos.

Rose Miriam buscou novos advogados para ser inclusa na partilha. “Pessoas ligadas à família afirmam que ela nunca teve relação estável com o apresentador, sendo apenas amiga dele e mãe das crianças”, diz a colunista que ainda aponta que a disputa deve colocar a mãe contra os filhos na justiça.

Em entrevista à colunista Mônica Bergamo ela explicou que mesmo não tendo se casado no papel com o apresentador, eles mantinham uma relação. “Qualquer mulher no meu lugar faria isso. Está parecendo que é uma briga. Mas não é. Eu tenho todo o direito de me colocar no meu lugar —infelizmente, na condição de viúva. A própria família dele estava cansada de nos ver juntos, há 19 anos. Há pessoas que não querem aceitar a minha união estável com Gugu. Nós sempre fomos uma família. Marido e mulher, mãe e pai de três filhos”, disse a médica.

Ainda segundo a reportagem os filhos do casal ainda estão muito abalados. “Eles viram o pai morrendo no chão. Foi trágico. Ele faleceu nos meus braços praticamente”, contou.

O novo advogado da médica ainda pergunta se ela conhecia quais eram os bens do apresentador e ela é direta. “Nunca fiquei perguntando. Não tinha motivo. O que sei é que o que é do pai é dos filhos. Já está tudo no nome dos filhos. Como o Gugu queria. Não quero nada para mim. É tudo deles. Eu só vou viver de usufruto para poder me manter”, conclui.

Notícias Relacionadas

DEPUTADO DANIEL TRZECIAK DESTINA EMENDA DE 200 MIL PARA SAÚDE.

redefan

Menina de 11 anos grávida após estupro realiza aborto legal em SC, informa MPF

redefan

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

redefan