Não usar máscara pode levar à prisão, segundo Eduardo Leite

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Durante transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta segunda-feira (11), o governador Eduardo Leite falou sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras nas ruas e em ambientes fechados em todo o Rio Grande do Sul. A exigência é uma das medidas mais conhecidas do modelo de distanciamento social controlado, que entrou em vigor nessa segunda.

Conforme Leite, o uso de máscara pelos gaúchos é uma norma sanitária, e seu descumprimento configura crime, conforme o código penal, por colocar a saúde coletiva em risco. Os profissionais de segurança pública estão cientes de, num primeiro momento, orientar o cidadão que for flagrado sem o equipamento de proteção individual.

Porém, em caso de resistência, sanções penais devem ser aplicadas. “Não queremos sair prendendo as pessoas. Temos confiança no cumprimento voluntário e consciente”, disse Leite. A medida é uma forma de evitar a propagação do coronavírus, que já matou 100 pessoas no Estado.

Notícias Relacionadas

DEPUTADO DANIEL TRZECIAK DESTINA EMENDA DE 200 MIL PARA SAÚDE.

redefan

Menina de 11 anos grávida após estupro realiza aborto legal em SC, informa MPF

redefan

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

redefan