Image default

Nem tudo é só festa! / Os perigos do carnaval.

Com a chegada do Carnaval, dois temas relevantes de saúde pública merecem atenção especial das autoridades e da própria sociedade: as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), especialmente a Aids, e a gravidez na adolescência. Todas as campanhas educativas de prevenção são intensificadas nesta época do ano buscando reverter um quadro cada vez mais crescente e real.

Dados do Ministério da Saúde sobre a Aids revelam que, nos últimos três anos, está ocorrendo uma inversão na proporção de acometimento da doença em homens e mulheres, especialmente na faixa etária de 13 a 19 anos de idade, com um número maior de casos do sexo feminino.

A ocorrência da gravidez na adolescência também vem aumentando bastante nos últimos anos. Números oficiais mostram que, de cada 100 mulheres que têm bebês, 28 têm menos de 18 anos de idade. Isto tem sérias conseqüências físicas, psicológicas e sociais.

As recentes pesquisas mostram ainda que nos meses de novembro e dezembro aumenta o número de nascimentos, comprovando, assim, que as jovens engravidam mais durante o período de carnaval. Por isso há a necessidade de uma conscientização intensa durante a maior festa popular do País.

Notícias Relacionadas

Pagamento de R$ 600 deve começar na semana que vem, diz Bolsonaro

FAN FM

BBB20: Felipe Prior se revolta com Gizelly após eliminação e diz o motivo de ignorar o Babu.

FAN FM

Saiba se você tem direito ao auxílio de R$ 600 mensais.

FAN FM