Vereadora de Santa Cruz é assediada durante sessão da Câmara.

A vereadora Bruna Molz (PTB) divulgou nesta terça-feira (18) nas redes sociais um caso de assédio sofrido por ela na noite de ontem durante sessão do Legislativo. Segundo ela, um indivíduo – ex-vereador de Santa Cruz do Sul – a abordou em uma área restrita para a imprensa e assessores, para dizer que lhe daria um sutiã de presente. “Ontem eu usava um vestido verde até o joelho e todo fechado até o pescoço, o único detalhe era um “x” atrás nas costas na altura dos ombros. Mas a culpa não é da minha roupa. A culpa é do machismo estruturado na sociedade. Eu tô tremendo até agora pela situação constrangedora e absurda que eu tive que passar“, relatou. 

De acordo com Bruna, ao questionar o homem, ele novamente repetiu a frase e ainda completou: “É que tu é uma mulher muito bonita, com um corpo bonito, dai a gente precisa falar, eu não acho que isso seja assédio. Tem mulher que gosta de ouvir que é bonita“. A situação foi presenciada por jornalistas que acompanhavam a sessão.

O caso, divulgado pela vereadora no começo da manhã, revoltou os seguidores, que a instigaram a registrar o caso na Polícia Civil. “Esse importuno aconteceu durante o andamento da Reunião da Câmara de Vereadores, total falta de respeito comigo e com o Poder Legislativo. Me senti violentada, invadida. Nenhuma mulher merece ouvir essas coisas. Nenhuma mulher merece passar por isso. E não, isso não é elogio.
Isso é falta de respeito!
“, destacou. 

A vereadora salientou à reportagem do Portal Arauto que irá oficializar um pedido ao presidente do Legislativo Elstor Desbessell (PTB) para impedir a entrada de pessoas estranhas na área restrita. 

Notícias Relacionadas

Fiocruz deve entregar mais cinco milhões de vacinas nesta semana!

redefan

NOVO CABRAIS ABRE PROCESSO SELETIVO!

redefan

Rodolffo pode pegar até três anos de prisão após polêmica com racismo no BBB 21!

redefan