Image default

Vereadora de Santa Cruz é assediada durante sessão da Câmara.

A vereadora Bruna Molz (PTB) divulgou nesta terça-feira (18) nas redes sociais um caso de assédio sofrido por ela na noite de ontem durante sessão do Legislativo. Segundo ela, um indivíduo – ex-vereador de Santa Cruz do Sul – a abordou em uma área restrita para a imprensa e assessores, para dizer que lhe daria um sutiã de presente. “Ontem eu usava um vestido verde até o joelho e todo fechado até o pescoço, o único detalhe era um “x” atrás nas costas na altura dos ombros. Mas a culpa não é da minha roupa. A culpa é do machismo estruturado na sociedade. Eu tô tremendo até agora pela situação constrangedora e absurda que eu tive que passar“, relatou. 

De acordo com Bruna, ao questionar o homem, ele novamente repetiu a frase e ainda completou: “É que tu é uma mulher muito bonita, com um corpo bonito, dai a gente precisa falar, eu não acho que isso seja assédio. Tem mulher que gosta de ouvir que é bonita“. A situação foi presenciada por jornalistas que acompanhavam a sessão.

O caso, divulgado pela vereadora no começo da manhã, revoltou os seguidores, que a instigaram a registrar o caso na Polícia Civil. “Esse importuno aconteceu durante o andamento da Reunião da Câmara de Vereadores, total falta de respeito comigo e com o Poder Legislativo. Me senti violentada, invadida. Nenhuma mulher merece ouvir essas coisas. Nenhuma mulher merece passar por isso. E não, isso não é elogio.
Isso é falta de respeito!
“, destacou. 

A vereadora salientou à reportagem do Portal Arauto que irá oficializar um pedido ao presidente do Legislativo Elstor Desbessell (PTB) para impedir a entrada de pessoas estranhas na área restrita. 

Notícias Relacionadas

Pagamento de R$ 600 deve começar na semana que vem, diz Bolsonaro

FAN FM

BBB20: Felipe Prior se revolta com Gizelly após eliminação e diz o motivo de ignorar o Babu.

FAN FM

Saiba se você tem direito ao auxílio de R$ 600 mensais.

FAN FM