Buscas a menino morto pela mãe seguem no rio Tramandaí, no Litoral Norte

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul prossegue nesta sexta-feira as buscas para localizar e resgatar o corpo do menino jogado no rio Tramandaí, em Imbé. A criança foi sedada pela mãe e colocada dentro de uma mala, sendo jogada depois nas águas, com ajuda da companheira

O efetivo do 9º Batalhão de Bombeiros Militar atuou ainda na noite de quinta-feira. Na manhã desta sexta-feira, os bombeiros militares do 9º BBM recomeçaram o trabalho com uma lancha e com mergulhadores diretamente nas águas turvas e geladas. Até redes de pescas são empregadas. O Comando Ambiental da Brigada Militar auxilia também na varredura das águas. Um barco da Patrulha Ambiental do 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar foi trazido até o rio. 

Não é descartado que o corpo tenha sido levado para o mar e talvez apareça somente nos próximos dias na orla. Neste sentido, a beira-mar está sendo também monitorada. A Polícia Civil enviou um helicóptero e a Brigada Militar disponibilizou um drone para ter uma visão mais abrangente do alto.

A mãe acabou confessando o crime e foi presa em flagrante na Polícia Civil. Responsável pelo caso, o delegado Antônio Carlos Ractz Júnior, solicitou ao Poder Judiciário a conversão em prisão preventiva. A mulher deve ser indiciada por homicídio qualificado (meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima) com majorante (praticado contra pessoa menor de 14 anos) e agravante (cometido contra descendente), ocultação de cadáver e resistência. A participação da companheira da mulher no crime ainda está sendo apurada.

FOTO: Foto: Renato Dias / Correio do Imbé

Notícias Relacionadas

DEPUTADO DANIEL TRZECIAK DESTINA EMENDA DE 200 MIL PARA SAÚDE.

redefan

Menina de 11 anos grávida após estupro realiza aborto legal em SC, informa MPF

redefan

Lei que permite renegociação de dívidas do Fies é sancionada

redefan